capa loja

O preconceito de comprar em uma loja plus size

Talvez você não entenda muito bem o título deste editorial, mas ficaria espantada se soubesse o número de pessoas que se recusam a comprar em uma loja “especializada”. Na cabeça delas, é como se estivessem assinando um atestado de obesidade para a vida, de fracassadas, feias e assumindo a derrota de que elas não conseguiram se encaixar naquele lugar do pódio onde toda a sociedade “normal e perfeita” se coloca.

No ponto mais alto, o de número um, estariam todas as pessoas magras e bonitas, aquelas que poderiam ser modelos; no segundo lugar estariam os sarados, malhados e também belos – mas eles ficam em segundo lugar porque o padrão mais desejado ainda é o da magreza –, e, em terceiro lugar estão os meros mortais que não são nem magros e nem sarados: acho que podemos falar da turma do 44, sabe? E os gordos, bem… Os gordos nem cabem no pódio, então eles ficam lá atrás, escondidinhos atrás do 1,2 e 3. Parece que é algo assim que se passa na cabeça deles, pelos relatos que ouço.

Sabe por que estou escrevendo isso? Porque várias pessoas desabafam comigo dizendo que se recusam a entrar e comprar em uma loja especializada porque, para elas, é o atestado máximo do fracasso. Fico espantada, pois não há nenhum tipo de regulamentação de tamanhos e tenho peças em meu guarda-roupa que vão do 46 ao 52. Já tive itens no 54, mas sei que estou entre o 48 /50. Vou me deixar abater por um número na etiqueta? Eu consegui superar essa fase e sei que muita gente ainda não conseguiu, por isso repito: você não é o número que está marcado na sua roupa e é preciso começar a superar isso fazendo escolhas mais inteligentes!

capa lojaQual a vantagem de entrar em uma loja convencional se a probabilidade de você encontrar algo que te sirva lá é de 1%? E detalhe: geralmente, se você encontrar, vai apenas “servir” e não ficar bom mesmo, te valorizar. Pare de gastar seu dinheiro com aquilo que não foi pensado para você e superar esse seu orgulho bobo e vá ser feliz em uma loja que vai te oferecer uma infinidade de opções para, de fato, te vestir bem, valorizar suas curvas e proporcionar aquela experiência linda de você se olhar no espelho e se achar bonita!

Pode entrar na loja plus size porque não vai tocar a musiquinha do plantão da Globo anunciando que você está corrompendo o sistema e comprando roupa em “loja de gordo” e ah, também não tem paparazzi na porta para jogar na capa da CARAS e do EGO que “FULANA É VISTA COMPRANDO ROUPA TAMANHO 50 ENQUANTO DEGUSTA SORVETE DA BACCIO DI LATTE”. Não vai ter banda tocando e nem ninguém te dando parabéns por vencer o seu preconceito. Você vai encontrar vendedoras que não irão torcer o nariz para você, indicando que lá nada te serve, e um monte de roupa para escolher. Ah, tenho que mencionar aquela experiência incrível de gritar do provador: “ô moça, me traz dois números menores porque essa ficou muito grande?!”. Ou você acha mesmo que isso acontece em lojas convencionais?

Pare de perder tempo com besteira, pare de se sabotar. Admitir que você será mais feliz e inteligente comprando em uma loja especializada é a melhor decisão para a sua autoestima. Comece a fazer escolhas inteligentes montando um guarda-roupa curinga, com peças boas, de bom corte que valorizam sua silhueta, e pare de comprar apenas o que cabe em você: há uma grande diferença aí. O preconceito que você tem com si mesma é, muitas vezes, bem maior do que o preconceito que a própria sociedade tem para com você.

E aí, vamos encarar?

5 Comentários
Compartilhe: Facebook Twitter Gplus
capa jeans

Look do dia: black & jeans

Este look é uma versão bem ousada e eu adorei compor essa produção assim, de uma forma inusitada e inovadora pro meu estilo porque a gente precisa sempre dar uma mudada, né? Comprei esse boné divo no AliExpress e queria fazer algum look mais glamouroso com ele porque fazer algo mais dia a dia com essa peça é simples, mas eu quis ousar…hehehe! Quero só ver o que vocês vão achar! Claro que é um look bem autêntico e tem que ter estilo pra usar assim, desse jeitinho, mas todas as peças são mega básicas: o que eu quis fazer aqui foi justamente apresentar uma forma diferente de misturar itens que a gente usa no dia a dia de uma forma mais fashionista, então vem comigo!

look camisa jeans 1

Camisa jeans: Brunfer Jeans – encontre aqui: http://goo.gl/XngA3E

Calça montaria: Achados Plus Size – encontre aqui: http://goo.gl/C5DGvn

Sandália: Julia Plus – encontre aqui: http://goo.gl/lnIAMq

Colar: Musa (loja de Bauru)

Bolsa: Zara

Boné: AliExpress – comprei aqui: http://goo.gl/OuqnZH

look camisa jeans 2 look camisa jeans 3 look camisa jeans 4Já postei outro look com essa calça de montaria no blog (você pode ver aqui: http://goo.gl/lnS69p) e eu a acho simplesmente a última Coca-Cola do deserto de tão linda porque ela combina esse efeito de couro em matelassê, que é mega sexy e moderno, com o tecido firme que é flexível. Não marca, valoriza as curvas e o corpo fica divo, sem contar que ela com salto dá uma meeeega alongada. Eu, que já tenho 1,79m, fiquei parecendo uma gigante! Amooo <3

look camisa jeans 5 look camisa jeans 7 look camisa jeans 8 look camisa jeans 9 look camisa jeans 10

Essa camisa jeans da Brunfer é linda e tem uma lavagem diferenciada. O que eu gostei muito é que ela é básica e não tem nenhum detalhe assim, diferente, só que às vezes é exatamente isso o que a gente precisa: o básico e elegante. O diferencial dela é a lavagem estonada contrastando com o mais claro e o corte, que é feito pra silhueta plus mesmo. Amei de paixão e com certeza vocês vão me ver usando muito esta peça porque eu AMO camisas jeans!

Aguardo os comentários de vocês sobre essa proposta diferenciada de look! Obrigada por todo o carinho de sempre <3

16 Comentários
Compartilhe: Facebook Twitter Gplus
trocaderia capa

Trocaderia Plus Size

O post de hoje vai falar sobre algo muito bacana que vai rolar no dia 31/05 em São Paulo: o que você faz com as suas roupas que não usa mais? Às vezes elas estão em bom estado, mas você enjoou ou percebeu que não te valorizou tanto assim depois de usar umas duas vezes e a peça tá lá, linda e você já não quer mais saber dela? A proposta do Trocaderia é ser uma plataforma de troca, doação e desapego, o que é muito legal! FAÇA SUA INSCRIÇÃO AQUI: https://goo.gl/qVzQYp.

trocaderia2

Funciona assim: quem participa pode trocar até 15 itens novos, seminovos e bem cuidados de vestuário e acessórios. Durante as trocas, são as próprias pessoas que decidem quanto vale o item de uma e da outra. O mais importante é decidir quanto aquele item será usado e não quanto custou, pois o intuito é trocar por algo que você realmente vá usar, sem ficar apegada aos valores. Adianta pegar um vestido mais caro sendo que ele não é a sua cara? O lance é descobrir itens que vão virar seus queridinhos! <3

Esta edição do trocaderia está toda focada no plus size, olha que incrível! Além de poder encontrar várias outras peças lindas pro seu guarda-roupa, você ainda vai poder fazer amizade com outras fofas. Se eu não tivesse evento no dia, eu ia, gente, pra poder conhecer vocês, mas vou me programar pra ir na próxima edição. Vai ter drinks, comidinhas especiais, fotos divertidas, aulas e oficinas sobre estilo e sustentabilidade e a arara do desapego, onde as participantes podem deixar um item para desapegar e retirar algum outro da arara, caso encontrem algo que curtiram, sem necessidade de negociação. Outro ponto alto é a caixa de doações com dezenas de itens arrecadados a cada edição, direcionados para uma instituição de caridade especializada em mulheres e encontrando nova vida por lá.

trocaderia3

Não é mega bacana? Então anote aí tudo direitinho e faça sua inscrição aqui https://goo.gl/qVzQYp.

Edição Trocaderia Plus
31 de Maio, domingo
das 11h às 16h30
Rua Laboriosa, 89 – Vila Madalena.
R$ 10 para as primeiras 25 participantes no local, R$15 em seguida.

trocaderia1

Para acompanhar todas as edições:
FACEBOOK.COM/TROCADERIA
INSTAGRAM.COM/TROCADERIA
TROCADERIA @ GMAIL.COM

Nenhum Comentário
Compartilhe: Facebook Twitter Gplus
capa oncinha

Look do dia: oncinha

Vamos falar de um assunto polêmico: vamos falar de estampa de oncinha! Eu sempre fugi dela e sempre usei, no máximo, na estampa de um sapato porque eu sempre achei meio perua ou periguete demais – minha opinião pessoal, tá? Ai me deu a louca, vi esse vestido lindo na Rouge Marie e fiquei pensando que eu devia arriscar usar algo de oncinha pra ver como ficava e como eu me sentia e vou dizer que eu curti o resultado. Achei que fiquei com um ar de mulher sensual, ousada e decidida…hahahaha. O vestido você encontra aqui: https://goo.gl/hiEE5m.

capa rougeVestido: Rouge Marie Plus Size – encontre aqui: https://goo.gl/hiEE5m

Brinco: Lolla Mimos e Fofuras

Sandália: Riachuelo

Clutch: Santa Lolla

rouge marie 2 rouge marie 10 rouge marie 11 rouge marie 12Uma coisa que eu gostei neste vestido foi justamente do recorte na manga, deixando ela com esse caimento aberto, uma vibe meio cigana que tá rolando agora por conta das tendências folk e boho. Deu bastante charme à peça. Ele é feito de uma malha bem gostosa e tem um forro por baixo, pra dar um caimento mais apropriado ao vestido. Achei o corte dele muito bom!

rouge marie1 rouge marie4 rouge marie5 rouge marie6Uma outra forma de usar esse vestido no dia a dia seria com tênis casual. Sabe aquele meu pretinho da Converse que vive aparecendo aqui nos looks do blog? Um tênis básico daquele também dá certo pra uma produção mais “dia a dia” pra esse vestido. Você pode jogar um cordão comprido e combinar com uma jaqueta jeans também, por exemplo. Aqui eu fiz uma produção pra noite mesmo, com direito a brincão e salto!

rouge marie8 rouge8 rouge9Por ser a minha primeira experiência usando uma roupa com estampa de oncinha, vou dizer que fiquei feliz! Achei que o vestido trouxe uma proposta diferente pro meu visual e é sempre bom inovar e ousar, até pra gente se conhecer melhor, ver como nos sentimos e explorarmos outros lados do nosso estilo e, claro, personalidade também! O que vocês acharam do vestido? Tenho visto várias blogueiras plus gringas usando esse tipo de peça: aliás, elas amam uma onça!

Aguardo os comentários de vocês: tô amando muito que vocês têm me deixado recadinhos <3

20 Comentários
Compartilhe: Facebook Twitter Gplus
capa

Editorial de moda plus size: Boho & Folk

No mês de maio, a maravilhosa fotógrafa Adriana Líbini se inspirou nas tendências mais queridinhas do momento: o Boho e o Folk. Em um ensaio produzido em um sítio no interior de São Paulo, as modelos Rita Carreira e Hyani Sara mostram sugestões de looks inspirados nas referências que combinam elementos da cultura country e western – muito comum dos Estados Unidos – com o estilo londrino da década de 60.

Editorial BOHO & FOLK Destaque Blog Editorial de Moda Boho e Folk by Adriana Líbini Fotografia (1) Editorial de Moda Boho e Folk by Adriana Líbini Fotografia (2) Editorial de Moda Boho e Folk by Adriana Líbini Fotografia (3) Editorial de Moda Boho e Folk by Adriana Líbini Fotografia (4) Editorial de Moda Boho e Folk by Adriana Líbini Fotografia (5) Editorial de Moda Boho e Folk by Adriana Líbini Fotografia (6) Editorial de Moda Boho e Folk by Adriana Líbini Fotografia (7) Editorial de Moda Boho e Folk by Adriana Líbini Fotografia (8) Editorial de Moda Boho e Folk by Adriana Líbini Fotografia (9) Editorial de Moda Boho e Folk by Adriana Líbini Fotografia (10) Editorial de Moda Boho e Folk by Adriana Líbini Fotografia (11) Editorial de Moda Boho e Folk by Adriana Líbini Fotografia (12) Editorial de Moda Boho e Folk by Adriana Líbini Fotografia (13)

Créditos: Fotografia – Adriana Líbini / Modelos vestem – Vexty / Acessórios – Korukru by Lu Oliva / Modelos – Hyani Sara & Rita Carreira / Make up – Rita Carreira / Estilo – Carol Santos /
1 Comentário
Compartilhe: Facebook Twitter Gplus
cabelo

Eu te entendo, Rapunzel

Semana passada eu levei o Dom para tosar. Ao chegar em casa, ele ficou uns 3 dias completamente murcho. Não brincava, não corria, não queria saber de nada: ficou 3 dias largado na caminha dele, sem esboçar muita reação. Eu fiquei conversando com ele todos esses dias e falando o quanto ele é lindo e é o cachorro mais lindo do mundo com pêlo ou sem pêlo e nada mudaria isso. Agora ele melhorou, mas acho que ainda sente falta da “cabeleira” dele. Mas o assunto deste post não é o Dom. Sou eu. Assim como ele sofreu na semana passada, eu estou sofrendo agora porque precisei retirar o mega-hair.

Falo super abertamente sobre a minha alopécia. Eu tenho a androgenética e ela vem afetando mais e mais mulheres com o passar dos anos. O problema que muita gente vê como genético ou físico eu estou começando a entender como mais psicológico e emocional do que genético, de verdade. Você vê mulheres que são saudáveis, mas que passam por crises de estresse ou abalos emocionais perdendo os cabelos, então o buraco é sim mais embaixo e eu quero descobrir o que é que me afeta tanto para que essa situação se desenvolva em meus cabelos.

Coloquei o mega-hair em janeiro e achei que seria bom tirar agora porque percebi que estava tracionando muito os pontos da raiz onde ele ficava preso. O jeito vai ser voltar para o aplique de tic-tac que eu usei por anos e dava certo, pois como você tira e põe, não fica com ele o tempo todo na cabeça, ele não traciona tanto e etc. É diferente ter um mega-hair preso na sua cabeça porque ele passa a ser parte de você: é como se você cuidasse dele como sendo seu mesmo. É mais fácil pra fazer alguns penteados e tal. Você não corre o risco dele despencar em algum momento; pode ir à praia e à piscina com ele sem se sentir descaracterizada, mas ele danifica o cabelo natural, sim. Caiu bastante cabelo meu quando retiramos e eu sinto que agora tenho menos ainda do que tinha.

Sempre tem alguém que vai dizer que poderia ser pior, que eu poderia estar passando fome, que eu poderia ter uma doença sem cura ou não ter cabelo nenhum. Inclusive de ontem pra hoje já ouvi isso de várias pessoas. Sei que elas querem me ajudar e me dar uma palavra de consolo, mas só quem tem esse problema consegue entender como ele realmente fere o âmago do seu interior. Eu não me sinto eu de cabelo curto. A imagem boa e feliz que eu tenho de mim é exatamente essa:

paula1Esse é o “meu” cabelo. Essa sou eu. Era assim que eu queria ter nascido, mas não. Isso também me foi tirado. Eu nasci com dermatite atópica do tipo severo, gorda e com problema no cabelo, que foi piorando ao longo dos anos e tenho um blog que fala de amor próprio e autoestima. Parece piada, né? Eu tenho vários problemas aparentes relacionado à aparência. Vivo com crise alérgica e é totalmente visível. O corpo gordo também, o pouco cabelo também. Ontem, enquanto minha irmã tirava o aplique, eu pensei em parar com tudo, fechar o blog. Sabe por que as minhas fotos estavam ficando cada vez melhores? Porque eu realmente estava me sentindo bonita e confiante por conta do cabelo. Agora eu nem sei mais o que eu penso de mim mesma. Não estou conseguindo nem passar em frente ao espelho, quanto mais fotografar look, me expor como eu me exponho. Só consigo pensar no que vou fazer pra conseguir viver dentro desse corpo sem ter o cabelo que era o que fazia eu me sentir um pouco mais bonita, mais aceita.

Ontem eu chorei um choro que veio muito de lá de dentro. Nem sei quando foi a última vez que minha alma gritou assim. As lágrimas vinham como um soco de dentro pra fora e era uma dor realmente profunda. Eu senti o meu corpo reagir, o meu âmago clamar por algo. Eu só conseguia pensar em Deus e pedir por um milagre. “Toque em minha cabeça e cure o meu cabelo, Jesus. Eu lhe imploro”. Fiquei pensando em como Ele abriu o mar para Moisés, em como Ele criou tudo: o que são alguns fios de cabelo para quem me criou? E eu acredito em milagre e creio que, em algum momento, Ele vai fazer algo pelo meu cabelo porque sou uma pessoa boa e mereço ser feliz.

Este editorial não tem final feliz, não tem mensagem motivacional, não tem uma alternativa imediata para o meu problema: ele tem dor, muita dor e era isso que eu queria mostrar. Porque sou humana, sou uma mulher frágil como qualquer outra que é vítima de uma sociedade que implanta uma ideia irreal de perfeição em nossas mentes. Tenho certeza que há cura para essa doença, mas a indústria que mexe com o cabelo é grandiosa demais: pessoas tentam de tudo para recuperar seus cabelos porque eles interferem demais na autoestima e a indústria da beleza e farmacêutica lucra demais com a desgraça de pessoas como eu. É cômodo demais não descobrir a cura.

Eu vim aqui, no meu espaço, mais uma vez, mostrar a vocês que eu não sou nenhuma super-mulher: sou apenas a Paula, uma moça que tenta se aceitar e se amar todos os dias e que sofre muito por não se sentir parte de um todo. Sou alguém que já aprendeu a conviver com a obesidade e que aprendeu a aceitar um corpo que não é o ideal, mas sou alguém que não consegue lidar com o fato de não ter um cabelo bonito e farto e isso me dilacera e faz com que eu me sinta inferior. Se você é gorda, mas tem cabelo, agradeça a Deus todos os dias porque obesidade dieta, esforço e determinação dão jeito, mas pra alopécia não existe cura. Não estou careca, não estou sem cabelo e nem vou precisar usar peruca, antes que já assumam isso, mas eu perdi mais cabelo, ele está bem ralo e a alternativa momentânea vai ser usar aplique de tic-tac da forma que der. O jeito agora vai ser aguardar cenas dos próximos capítulos pra ver que tipo de limonada eu vou fazer com os limões que a vida me deu desta vez.

53 Comentários
Compartilhe: Facebook Twitter Gplus
body marini 3

Look do dia: 1 body = vários looks!

Eu nunca tinha usado body na vida até ganhar um modelo especialmente feito para mulheres como eu, que têm o tronco comprido, da Marini Brasil. Quando experimentei, tive aquela sensação de algo que me veste perfeitamente, sabe? Sempre sofro muito para comprar maiôs e modeladores porque todos ficam curtos em mim e não dá certo, mas o body vestiu como uma luva e lá fui eu abrir o guarda-roupa para brincar um pouco com a versatilidade dele!

marini1Camisa jeans: Brunfer – encontre aqui: http://goo.gl/59Hx9V

Body: Marini Brasil – encontre aqui: http://goo.gl/0njN66

Calça: Marini Brasil – encontre aqui: http://goo.gl/gxK07k

Sandália: Riachuelo

Bolsa: Coach

Colar: Le Charm

look marini - parte1_6 look marini - parte1_2 look marini - parte1_5Neste look optei por usá-lo com a calça preta e a camisa jeans aberta para ficar com um visual moderno e estiloso. Você pode usar sem a camisa também, pois essa calça preta não marca nada e é a oitava maravilha do mundo. Eu adorei essa combinação e a usaria super para trabalhar, fazer um passeio e até um happy hour com os amigos!

body mariniCapa: Forever 21

Body: Marini Brasil – encontre aqui: http://goo.gl/gxK07k

Saia: Xica Vaidosa – encontre aqui: https://goo.gl/OZTGWo

Sapatilha: Renner

Bolsa: Coach

Colar: Accessorize

look marini - parte2_1look marini - parte2_3look marini - parte2_6Criei uma proposta mais romântica para o body, agora: apostei em uma saia estampada e joguei a capa bordada com tule para dar um charme extra. Ficou bem fofo e prático de usar no dia a dia.  O bacana dessa combinação é que modela bem o corpo.

body marini 3Moletom: Forever 21

Body: Marini Brasil – encontre aqui: http://goo.gl/gxK07k

Saia: Chica Bolacha – encontre aqui: http://goo.gl/BvzfO0

Tênis: Capodarte

Colar: Forever 21

chica1 chica2 chica3 chica4Neste look fiz uma combinação bem mais descontraída e cool pro dia a dia: combinei o body com essa saia divertidíssima de super-heróis da Chica Bolacha e joguei um moletonzão com zíper por cima. Fica confortável pra caramba, te dá estilo e você sai por aí toda toda! Essa saia é muito legal, gente! Ela fica ajustadinha ao corpo, não marca celulite e ela faz a diferença em qualquer produção. Tenho essa e a de raposinha da coleção nova e uso muito: adoro demais! Você pode ver todas as saias da Chica aqui: http://goo.gl/QFlBNb.

chica5 chica7 chica9 chica11Viu como um único body pode ser útil no seu guarda-roupa? Isso que eu só fiz 3 combinações, mas dá pra fazer muito mais! Ele é um bom companheiro para seus looks de inverno, pois fica maravilhoso em sobreposições com blazers, casacos e jaquetas. Gostei muito dessa experiência de criar vários looks com uma peça só! Aguardo os comentários de vocês. Beijos!

5 Comentários
Compartilhe: Facebook Twitter Gplus
look pin up capa 2

Look do dia: pin up girl

Muita gente já viu esse vestido no Facebook ou no Instagram e ele fez tanto sucesso que esgotou na The Pin Up Store no mesmo dia, mas eu ainda não tinha postado fotos realmente decentes pra fazer jus à beleza dele. Eu tenho o maior amor e xodó do mundo por este vestido, pois pra mim ele tem a modelagem perfeita, uma estampa que eu amo e ele simplesmente faz eu me sentir uma mulher linda, maravilhosa, fofa, romântica e sonhadora: tudo o que eu sou…rs!

look pin up capaVestido: The Pin Up Store – encontre aqui até o 4G: http://goo.gl/KBmhiC

Bolsa: era da minha tia

Scarpin: Empório Naka

look pin up capa 2Eu não quis montar um look que ficasse super característico de pin up, pois quis mostrar a vocês como eu geralmente uso: abuso do salto, pra deixar as pernas à mostra e valorizá-las; escolho uma bolsa menor, mais fofa e me jogo no brinco de bolinha – que eu amo e estou sempre usando – e coloco um colar mais delicado. Fica muito charmoso e é engraçado porque eu sempre recebo muuuuitos olhares de todo mundo quando uso esse vestido. Tem gente que chega a me parar na rua pra saber de onde é porque ele é maravilhoso demais!

look pin up 17 look pin up 18Uma coisa que tem que ser dita é como essa modelagem é perfeita para mulheres gordas! Ela cria uma cintura espetacular e saia godê no corte em A valoriza todos os tipos de quadril, então esse vestido dá certo pra todo mundo. E se você tiver o corpo reto, nada de quadril e pouco bumbum, aposte nele para criar aquela silhueta divina que toda mulher gostaria de ter porque este vestido cria curvas: não é à toa que eu o amo tanto e que ele é meu queridinho. Eu poderia viver usando apenas esta peça em diversas cores e estampas porque é colocá-lo e automaticamente me sentir maravilhosa!

look pin up 15 look pin up 14 look pin up 13 look pin up 12Eu sei que são várias fotos, mas como eu me amo demais neste vestido, não resisti e coloquei todas as que eu mais gostei…rs! Nada como a gente usar algo que faz a gente se sentir maravilhosa e com a autoestima nas alturas!

look pin up 7look pin up 9Aguardo os comentários de vocês, preciosas! Beijo grande e bom fim de semana! <3

20 Comentários
Compartilhe: Facebook Twitter Gplus
look loony branco capa

Look Loony Jeans: preto e branco

Hoje vim mostrar a vocês uma opção de look bem bacana para sair neste outono/inverno! Combinei uma blusa branca, com aplicações no decote, com uma calça preta que tem efeito de couro. As peças são todas da Loony Jeans, marca que eu adoro e uso muito! A blusa é de uma malha bem firme e confortável e ela é quentinha na medida também, pois não é fina. Ela é compridinha, o que eu amo, pois ajuda a disfarçar mais o que não acho bacana em meu corpo.

look loony branco capaBlusa: Loony Jeans – encontre mais modelos aqui: http://goo.gl/3EpGnz

Calça: Loony Jeans – encontre aqui: http://goo.gl/cXyMo4

Sandália: Arezzo

Bolsa: Renner

Anéis e pulseiras: Pandora

Brinco: peguei da minha irmã…hahaha

loony branco 1 loony branco 2 loony branco 5 loony branco 6Já fotografei outro look com esta calça maravilhosa, que tem efeito de píton na frente e, na parte de trás, é feita de um tecido bem firme, que não marca. Ela é bem confortável e muito maravilhosa porque dá esse efeito de couro. Se você quer um look poderoso, especialmente pra divar muito à noite, essa peça é perfeita pra isso! Veja o outro look que fiz com esta calça: http://goo.gl/xE1aMU.

loony branco 3 loony branco 9 loony branco 10 loony branco 11A Loony Jeans veste até o 56 e eles têm loja virtual própria que entrega para todo o Brasil. Tem muita coisa linda lá e a coleção de inverno está cheia de blusas, jaquetas e calças incríveis para você sair de casa bem estilosa no dia a dia. Eu tenho várias peças de lá e amo! Aproveito pra dizer que o caimento das calças é fantástico! Vale a visita: http://www.loonyjeans.com.br/lojavirtual.

Gostaram do look? Aguardo os comentários de vocês! <3

25 Comentários
Compartilhe: Facebook Twitter Gplus
capa long bob

Long Bob: o corte de cabelo do momento

Sempre recebo pedidos de algumas leitoras para falar sobre cortes de cabelo para grandes mulheres. Já escrevi um post ou outro, mas este é um assunto que adoro e vou tentar dar mais atenção de agora em diante! Talvez vocês tenham percebido ou ouvido falar no termo “long bob”: este corte de cabelo está sendo adotado por diversas celebridades e personalidades do mundo todo e é o queridinho do momento! Eu, por ter alopécia androgenética, tive que usar esse corte praticamente a minha vida toda, pois era uma das poucas variações que eu conseguia fazer e ficava bom.

capa long bobO long bob nada mais é do que um corte na altura dos ombros: ele não é curto como o chanel e nem comprido, fica bem na linha dos ombros e, por isso, cai bem em todo mundo e valoriza todos os tipos de rosto – mesmo os mais cheios, como o meu! Esse estilo tem variações, pois pode ser usado com as partes da frente mais compridas que a parte de trás, com franjinha, com franjão e até repicado. Se você for aderir ao corte do momento, vá a um cabeleireiro de sua confiança e converse com ele para ver o que vai se adequar melhor ao seu rosto. Se você for uma gorda de rosto fino, eu adotaria super a versão com franjinha porque fica fofo, fashion e ainda rejuvenesce – mas se você for uma gorda bochechuda e com papada (como eu) e quiser cortar franjinha também, você tem todo o direito e deve fazer o que te faz feliz: eu comento os truques e dou as dicas, mas cada um decide o que fazer com o próprio corpo e afins, certo? ;P

corte long bobUm efeito que fica lindo no long bob é o ombré ou, então, alguns highlights em tons mais claros que o seu natural para dar um jogo de luz bacana às madeixas e iluminar o seu rosto. Esse corte funciona tanto para quem tem cabelo liso quanto para quem tem fios ondulados e o babyliss pode ser usado para dar esse efeito de praia, que também fica lindo de viver!

E aí, quem animou para uma mudança? Aguardo os comentários de vocês sobre esse corte de cabelo!

16 Comentários
Compartilhe: Facebook Twitter Gplus